Acesso Rápido

Do que você precisa?

Telefones Úteis

Home Sala de Imprensa Notícias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Governador anuncia concessão de 900 bolsas de mestrado e doutorado PDF Imprimir
Qua, 19 de Abril de 2017 15:13

 MVS4916 WEB

Na ocasião, Camilo Santana também oficializou 759 bolsas de iniciação científica. Ao todo, os investimentos chegam a R$ 20,7 milhões

R170419 BOLSAS FUNCAP MG 0659O desenvolvimento do Ensino Superior e o fomento à pesquisa acadêmica no Estado foram mais uma vez pauta no Palácio da Abolição. Em solenidade na manhã desta quarta-feira (19), o governador Camilo Santana anunciou a concessão de 900 bolsas de mestrado e doutorado e oficializou a concessão de 759 bolsas de iniciação científica. Os benefícios para os estudantes são gerenciados pela Funcap, órgão vinculado à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece).

No evento, foram outorgadas pelo governador 503 bolsas de mestrado e 397 de doutorado. Selecionados pela Funcap por meio de Edital Público, os alunos contemplados mantêm atividades de pesquisa de alto nível em cursos credenciados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) em todo o Estado. Somente para as bolsas de pós-graduandos, o investimento foi de R$ 17,1 milhões.

Camilo Santana avaliou que a política mais do que estimula novos mestres e doutores. Para ele, distribuir novas bolsas significa, também, reforçar a importância da produção acadêmica local como aliada do poder público dentro do compromisso de elaborar planejamentos eficientes para combater os problemas do Ceará.

"O Estado investe na qualificação de jovens nas universidades não só para que eles possam se qualificar. Vai além de preparar esses jovens para o mercado de trabalho. Também queremos que eles possam dar um retorno para o Ceará em pesquisa e soluções dos problemas do Estado em diversas áreas, como nos problemas da seca, da saúde, de infraestrutura, alternativas de mobilidade urbana, dentre outros pontos. Esses resultados a gente vai poder ver através do desenvolvimento desses alunos", destacou o governador.

O chefe do Executivo aproveitou a oportunidade para lembrar que a Educação tem sido eixo prioritário na gestão estadual, com investimentos na implantação de escolas em tempo integral nos municípios cearenses, que em 2017 alcança 71 unidades, além de melhorias no Ensino Médio e Ensino Superior. Isso, segundo apontou Camilo Santana, é que tem feito o Estado se destacar nacionalmente com resultados na Educação Pública. "Nós temos a compreensão de que nenhum estado ou país vai crescer se ele não apostar na Educação. O único caminho para construir uma sociedade mais justa, com mais oportunidades e menos violência é através da Educação. Não tem outro caminho", disse.

Além das bolsas de mestrado e doutorado, o governador Camilo Santana também oficializou a concessão de 759 bolsas de iniciação científica. Somados, os investimentos em todos os programas de fomento à ciência para bolsistas em instituições de Ensino Superior do Estado chegam a R$ 20,7 milhões.

O Ceará possui atualmente oito universidades - três estaduais, quatro federais e uma privada - e dois centros universitários privados. As atividades de pesquisa e pós-graduação nas instituições têm apresentado crescimento, em taxas acima da média nacional. Para manter o nível de qualidade no Ensino Superior do Estado, o apoio através das bolsas surge como fundamental para o surgimento de novos acadêmicos, capacitados a promover o desenvolvimento de pesquisa e de novos cursos em todo o Estado.

Presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Tarcísio Pequeno contou que o valor investido pelo Governo do Ceará terá resultado multiplicativo para o desenvolvimento do Estado em todos os setores, com o surgimento de iniciativas mais inteligentes e projetos mais elaborados, fincados em alicerces científicos. "Estamos construindo uma sociedade com maior ingresso ao conhecimento. Celebramos a formação intelectual das pessoas através de três instrumentos integrantes de uma política estratégica do Estado para com a sua maior força, que é o povo cearense", explicou.

Pequeno afirmou, ainda, a importância de novos mestres e doutores se alastrarem pelos municípios do Ceará. Ele enfatizou que, há dez anos, o número de doutores no Interior do Estado do Ceará era 80, e o número de pós-graduações era apenas um - na cidade de Sobral, em Biotecnologia. Hoje, são 21 programas de mestrado no Interior e dois programas de doutorado. "Queremos vislumbrar mais crescimento, e isso passa pela geração e mais oportunidades na área acadêmica".

Também participaram do evento o titular da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Inácio Arruda, o vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Tin Gomes, o reitor da Universidade Federal do Ceará, Henry Campos, além de reitores e pró-reitores das universidades sediadas no Estado, coordenadores dos programas de pós-graduação e alunos bolsistas.

Segundo o secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, o compromisso do governador Camilo Santana faz com que a perspectiva para o futuro seja de ainda mais avanços, com alunos de destaque e casos de sucesso de escolas e universidades espalhadas pelo Ceará. "É um dia para ficar registrado. Isso mostra que ele compreende o significado político da entrega dessas bolsas, o que significa o investimento na Educação para o Estado do Ceará", enfatizou o titular da pasta.


Apoio fundamental

 MVS4820 WEBO estudante Carlos Vagner Benevides Gomes, 24, começou há pouco tempo o doutorado em Filosofia na Universidade Federal do Ceará (UFC). Para ele, conquistar uma das 397 bolsas representa um auxílio que dará mais tranquilidade para seguir no caminho dos estudos e ter foco total em sua pesquisa. "É algo muito importante. Estou no primeiro mês ainda e ter a oportunidade de receber um investimento na pesquisa é fundamental para que eu faça um bom doutorado, ao longo desses anos, sem ter tantas preocupações", afirmou.

 MVS4822 WEBPara Isabela Rezende, 29, o mestrado em Odontologia acompanhado pela bolsa da Funcap vem de forma providencial, evitando muitos gastos com pagamento de mensalidade. "Eu faço mestrado numa universidade privada, tem um valorzinho bem salgado. Durante a seleção, já sabia da possibilidade de bolsa por conta da Funcap. Como eu fui a primeira colocada na seleção, eles conseguiram uma bolsa e fui contemplada", expôs.


Resultados

O trabalho dos pesquisadores apoiados pelos programas de bolsas se traduz em resultados que colocam as instituições locais em posições de destaque nacional. No ano passado, segundo o Ranking Universitário da Folha (RUF), levantamento feito pelo jornal Folha de São Paulo entre 195 universidades públicas e privadas de todo o Brasil, a  Universidade Federal do Ceará (UFC) foi considerada a melhor das regiões Norte e Nordeste. Já a Universidade Estadual do Ceará (Uece), de acordo com o mesmo ranking, foi a melhor entre as instituições estaduais das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.



19.04.2017

Fotos: Carlos Gibaja e Marcos Studart / Governo do Ceará

André Victor Rodrigues
Repórter / Célula de reportagem

Expediente imprensa 03Abr 2017-01

Última atualização em Qua, 19 de Abril de 2017 15:33
 

Serviços


Governo do Estado do Ceará - Palácio da Abolição - Av. Barão de Studart, 505 - Meireles, Fortaleza - Ce - CEP: 60.120-013 - Horário de Funcionamento 08 horas às 17 horas - Ver localização no mapa

© 2017 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados.