Acesso a Informação

Acesso Rápido

Do que você precisa?

Telefones Úteis

Home Sala de Imprensa Notícias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
#CearádeAtitude: mães cearenses doam vida PDF Imprimir
Sex, 27 de Maio de 2016 15:06

ceará de atitude novo

r MVS5017


Neste mês das mães, a segunda matéria especial da série Ceará de Atitude traz a história de mulheres que contribuem para o crescimento saudável de milhares de bebês do Estado através da doação de leite materno


 MVS4916 webMãe pela terceira vez, Cristine Capelo, de 30 anos, teve sua primeira filha com 16 anos e, desde então, tem o hábito de doar todo o leite materno excedente. A mãe da Sara, de 13 anos, da Letícia, de cinco anos, e da Lara, de dois meses, diz que é muito gratificante poder ajudar outras mães e bebês. “A doação de leite é de fundamental importância. Não é porque estou tirando que um dia vai faltar. Muito pelo contrário, quanto mais leite tiro, mais eu estimulo para que eu possa produzir ainda mais. Nós estamos ajudando outros bebês e mamães que precisam do leite materno e também estamos nos ajudando. Eu tiro o leite, me dá um alívio, ajudo na amamentação do meu bebê e produzo ainda mais leite”, afirma Cristine.

A doadora conta que o incentivo para que a doação de leite fosse algo rotineiro veio da mãe. “Minha mãe foi primordial na conscientização para essa ação solidária. Ver minha filha, que tem uma condição especial, ter sua nutrição plena e saudável, fez-me pensar que podia ajudar vários outros que passam por essa situação e não têm como se alimentar”.

 MVS5037 webDoadora do banco de leite do Hospital Infantil Albert Sabin desde sua primeira gestação, Rita Landim, de 31 anos, continua a auxiliar no crescimento saudável de outros bebês após o nascimento do segundo filho. “Eu produzo bastante leite e, desde minha primeira gestação, eu doo. Resolvi doar porque vi que tem muita gente que tem dificuldades ou nem mesmo conseguem amamentar o filho. Como tinha muito, não podia desperdiçar o leite que excedia. Há muitas crianças prematuras que nem conseguem sugar direito o leite, além de muitas crianças que ficam doentes. Por isso, ver que meu leite pode ajudar essas crianças e mães, de alguma forma, para mim é o mais importante. Você não tem nenhuma complicação ou dor, além de ajudar ainda mais na produção de leite. O hospital ainda faz com que tudo fique mais simples, prático e fácil de doar”.

 MVS5053 webRita esclarece que, além do gesto de solidariedade, a doação de leite evita dores. “Como acumulei muito leite na minha primeira gestação, tive que tomar alguns remédios e foi bastante doloroso. Desta vez, estimulo meu peito, não acumulo mais e ainda doo para quem precisa. Quanto mais você tira, mais cria. Melhora sua saúde, a do seu bebê e a de outros que recebem o seu leite", diz.


Doações no Estado

WEB MVS9778Atualmente, o Ceará conta com quatro unidades que oferecem o serviço de banco de leite: Hospital Geral Dr. César Cals, Hospital Infantil Albert Sabin, Hospital Geral de Fortaleza e Hospital Regional Norte (Sobral). Ao todo, nos quatro primeiros meses do ano, foram coletados nas unidades 1.148,7 litros de leite, de mais de 200 doadoras.

Segundo Rejane Santana, coordenadora do banco de leite do Hospital Geral César Cals (HGCC), é nas consultas mensais, realizadas no ambulatório da unidade, que as mães ficam sabendo tudo sobre a importância do leite para o bebê e também para elas. “Quando a mãe amamenta, os bebês passam a contar com um estímulo para as defesas do corpo, além de prevenir contra diarreias, infecções respiratórias e alergias”, explica.

A coordenadora também destaca os números de doação de leite materno no hospital. “No HGCC, foram coletados, de janeiro a abril, 445,8 litros de leite, de 30 doadoras, que garantem um cuidado voltado para o fortalecimento do bebê internado na UTI e a redução do tempo de permanência, favorecendo a alta de recém-nascidos mais fortes e saudáveis”, detalhou Rejane.

Além do HGCC, já foram doados, nos quatro primeiros meses do ano, 269 litros de leite materno, de 90 doadoras, para o Hospital Geral de Fortaleza. Já no Hospital Infantil Albert Sabin, o banco de leite registrou a doação de 378 litros de leite materno, de 35 mães. No Interior, o Hospital Regional Norte, em Sobral, recebe, por mês, uma média de 55,9 litros de leite, de 46 mães.


 

 

 




27.05.2016


Wilame Januário
Repórter / Célula de Reportagem


Fotos: Marcos Studart / Governo do Ceará

Produção: Wiarlen Ribeiro

Assinatura coordenadoria

Última atualização em Ter, 02 de Agosto de 2016 14:20
 

Serviços


Governo do Estado do Ceará - Palácio da Abolição - Av. Barão de Studart, 505 - Meireles, Fortaleza - Ce - CEP: 60.120-013 - Horário de Funcionamento 08 horas às 17 horas - Ver localização no mapa

© 2017 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados.