Acesso a Informação

Acesso Rápido

Do que você precisa?

Telefones Úteis

Home Sala de Imprensa Notícias
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
CE Pacífico: o Mirante que resiste e encanta PDF Imprimir
Ter, 08 de Março de 2016 15:01

topo Ceará Pacífico



web TS6939a

Espaço é o principal símbolo do Vicente Pinzon e possibilita uma das vistas mais lindas da Capital.

ce35399

É na Praça do Mirante do Conjunto Santa Terezinha, no Vicente Pinzon, que se tem uma das mais belas vistas do litoral de Fortaleza. Do alto do morro é possível observar o movimento da cidade e contemplar um belíssimo pôr do sol, na região que já foi um dos principais pontos turísticos da Capital.

Devido à especulação imobiliária, nas décadas de 1980 e 1990, o Mirante passou a ser ocupado por bares, restaurantes e casas luxuosas. O historiador André Aguiar Nogueira conta que esse foi o motivo da crise que agravou o local e fala sobre a força da comunidade para o impedimento imobiliário. “Os ricos cresceram os olhos sobre o Mirante, que acabou absorvendo uma crise nos anos 90. Porém, região é um exemplo de resistência, pois a população organizada conseguiu barrar a especulação imobiliária”, enfatiza.

web TS6772Segundo André, no início dos anos 1980, o Governo do Estado realizou a entrega de unidades habitacionais para pescadores que foram retirados da beira da praia. Ele lembra como se deu o processo de urbanização do Conjunto Santa Terezinha. “A Beira Mar, ao ser construída nos anos 60, remanejou a população que habitava no lugar. Os pecadores, pela necessidade de estarem próximos da praia, subiram os morros e construíram moradias”, conta.

web TS6875A aposentada Hermina de Jesus, de 74 anos, recorda o inicio do processo de urbanização do local. “Quando cheguei aqui não tinha nada, era tudo areia, depois foi que passaram o asfalto e construíram a Praça do Mirante, em 1983. Nesse período começaram a instalar os restaurantes por aqui, o que deu um movimento no bairro. Tenho saudades daquele tempo, de quando o turismo era forte na região. Por exemplo, meu filho mais velho, naquela ápoca, era taxista e não parava corrida pra ele.”, lembra.

O comerciante Nonato Sousa, de 51 anos, é o único que conseguiu manter o negócio no local durante cerca de 30 anos de atividades, mas diz não ter sido fácil. “No início da década de 90, o Mirante teve o momento auge com a instalação dos bares e restaurantes, que ficaram conhecidos na cidade. Como a área ficou visada pelos turistas, as drogas e a prostituição ganharam força e a clientela diminuiu. Com isso, os estabelecimentos fecharam, dando início a desvalorização do local. Não foi fácil, mas continuo aqui”, pontuou.

web TS6910
Hoje a vida no morro é bem diferente e movimentada. Mesmo a pesca não sendo mais a atividade principal, nem o turismo ou artesanato, Nonato continua vendendo para os moradores do bairro e entrega o segredo para manter uma pizzaria, mesmo depois de todos os obstáculos. “O segredo de resistir com meu comércio até hoje é trabalhar para a comunidade. Nunca vivi em função do povo que vinha e sim com a população do bairro, que CE10480é pobre. Meu cardápio sempre foi simples e isso ajuda a atrair o cliente”, diz.


De acordo com André Nogueira, a realidade do Mirante é bem diferente da que se vê nos jornais. “O Mirante, assim como outras partes da cidade, passa pela construção de imagens, que são fabricadas de forma estereotipadas. Nos jornais esses lugares aparecem como locais assustadores e quem tem a oportunidade de conhecer o cotidiano dos moradores vai ver que não é assim. As pessoas comem bem, vivem bem e estão muito bem localizadas”. Para o historiador, “o projeto que pensa o Mirante como lugar potencial para cidade deve levar em consideração as tradições locais. Não adianta ser imposto algo de fora para dentro”.


Urbanização

RJW1629Em novembro de 2015, Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza assinaram ordem de serviço para a urbanização e requalificação do Morro Santa Terezinha, em mais uma atividade da Agenda Fortaleza. O projeto prevê a requalificação da área, com a implantação de 30.000m² de amplo gramado com irrigação, drenagem, guarda-corpo da escadaria com corrimão e um calçadão de 3.918m². A urbanização vai facilitar o acesso e garantir um novo espaço de lazer, além do muro de contenção ecológico em concreto, onde serão plantadas espécies características de jardins verticais.


Já no fim do primeiro semestre de 2015, a nova Praça do Mirante foi totalmente revitalizada e entregue à população. A praça com mais de 4 mil m² conta agora com piso intertravado, acessibilidade, guarda-corpo, mobiliário urbano, lixeiras de coleta seletiva, paisagismo e nova iluminação. O anfiteatro também foi restaurado. web TS6895O investimento total foi de aproximadamente R$ 400 mil.


A obra de construção da escadaria do Morro Santa Terezinha, que estava completamente abandonada há quatro anos, também foi concluída no início deste ano. Em janeiro deste ano, a obra de construção da escadaria do Morro Santa Terezinha foi retomada pela Secretaria de Infraestrutura de Fortaleza, onde foram construídos 160 metros de degraus de concreto, guarda-corpo e calçadas de acesso à comunidade. No local também foi instalada iluminação branca, revitalizando o espaço e garantindo maior segurança aos moradores da área. As duas obras, tanto a drenagem como a de reconstrução das escadas, tiveram custo total de R$ 350 mil.

- Confira o conteúdo completo sobre o Vicente Pinzon

JW0914-0926


08.03.2016

Fotos: José Wagner, Tiago Stille e Marcos Studart / Governo do Ceará e Acervo / IBGE

Wiarlen Ribeiro
Repórter / Célula de Reportagem

Ciro Câmara
Gestor de Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  / (85) 3466.4898

expediente

Última atualização em Ter, 08 de Março de 2016 18:23
 

Serviços


Governo do Estado do Ceará - Palácio da Abolição - Av. Barão de Studart, 505 - Meireles, Fortaleza - Ce - CEP: 60.120-013 - Horário de Funcionamento 08 horas às 17 horas - Ver localização no mapa

© 2017 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados.